Este blog mudou de endereço...

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO

AGORA CLIQUE AQUI:

HTTP://SERGIOAMOURA.BLOGSPOT.COM/

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

... mais uma derrota do conselho profissional de educação física ...

Conselhos Profisssionais e Educação Escolar

Pessoal

Há doze anos convivemos com a presença do sistema Confef/Crefs entre nós. Todos sabem que fui um dos primeiros a questionar a  sua existência (antes mesmo dela ocorrer, em setembro de 1998) e também um dos que entendem que, fato consumado, temos que aprender a conviver com ele... 
Um dos temas gerados por sua presença diz respeito à -a meu juízo - indevida ingerência do sistema em questão no âmbito da Educação Escolar. Muitos capítulos dessa história já foram inscritos. Abaixo reproduzo mais um, com qual tive contato recente. 
Segue para reflexão de vocês.
Está mais do que na hora de colocarmos um ponto final nessa história!
Abraços 
Lino Castellani
------------------------
PARECER JURÍDICO

Objeto: Exigência de Registro Profissional dos professores da disciplina de Educação Física.
  
DOS FATOS
Chega a esta Autarquia consulta formulada pelo Diretor de Esporte Amador da Autarquia Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães, referente ao Ofício Circular nº 01/2010 do Conselho Regional de Educação Física 12ª Região / Pernambuco-Alagoas, datado de 24 de maio de 2010, nos seguintes termos:

“Cumprimentando-o(a) cordialmente dentro do espírito de solidariedade e de constante cooperação; informamos a essa Prefeitura, que a Lei 9.696/98 que regulamenta a Profissão de Educação Física, determina que para exercer a mesma, deverá o profissional estar devidamente registrado no Conselho Regional de Educação Física de sua jurisdição, os quais foram instituídos pela respectiva lei, publicada no Diário Oficial da União em 02 de Setembro de 1998.
...
Informamos ainda que estaremos com equipes de Agentes de Fiscalização nas escolas e durante a realização dos Jogos Escolares, onde todos os técnicos e auxiliares deverão possuir sua cédula de identidade profissional fornecida pelo Conselho Regional de Educação Física.
Diante do exposto, solicitamos a Vossa Senhoria, providências no sentido de orientar os profissionais que estão sob Vossa jurisdição.”
  
DO DIREITO
A consulta deve ser respondida no contexto das competências dos diferentes atores para legislar ou normatizar sobre a matéria em pauta, isto é, genericamente a Educação e, especificamente, a Educação Física.
A Constituição Federal de 1988 fixa como privativa da União a competência para legislar sobre as “as diretrizes e bases da educação nacional” (Art. 22, inciso XXIV). O art. 24, inciso IX, estabelece a competência legislativa concorrente da União, dos Estados e do Distrito  Federal sobre “educação, cultura, ensino e desporto”.

A Lei nº 9.394/96 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - , determina, em seu artigo 9º, inciso IV, que compete à União estabelecer "competências e diretrizes para a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio, que nortearão os currículos e seus conteúdos mínimos, de modo a assegurar formação básica comum".
A mesma Lei, no artigo 26, determina que o currículo "deve ter uma base nacional comum, a ser complementada, em cada sistema de ensino e estabelecimento escolar, por uma parte diversificada, exigida pelas características regionais e locais da sociedade, da cultura, da economia, e da clientela”.

O Parecer CEED nº 858, de 23 de setembro de 1998, que trata do registro profissional para o exercício do magistério ou especialidade pedagógica, assim concluiu:

"(...) b) não há mais a obrigação de registro profissional em Órgão do Ministério da Educação da titular sujeitos à formação de nível superior;
(...) d) o diploma de curso superior reconhecido, quadro registrado, é o documento hábil para a comprovação de formação de nível superior e para o exercício de magistério ou especialista em educação".
A Lei nº 9.696, de 1º de setembro de 1998, que regula o exercício profissional na área de Educação Física e cria os respectivos Conselho Federal e Conselhos Regionais de Educação Física, estabelece:

"Art 3º - Compete ao profissional de Educação Física coordenar, planejar, programar, supervisionar, dinamizar, dirigir, organizar, avaliar e executar trabalhos, programas, planos e projetos, bem como prestar serviços de auditoria, consultoria e assessoria, realiza treinamentos especializados, participar de equipes multidisciplinares e interdisciplinares e elaborar uniformes técnicos, científicos e pedagógicos, todos nas áreas de atividades físicas e do desporto".
A questão do registro profissional que os organismos de controle do exercício profissional desejam estender ao exercício do magistério foi examinada em diferentes ocasiões, merecendo destaque o Parecer Jurídico n° 278/2000, datado de 30 de março de 2000, da Consultoria Jurídica do Ministério da Educação, que conclui, após o exame de toda a legislação aplicável:

“Desse modo, e diante das razões constantes dos pareceres referidos, não há dúvida, na hipótese, que os professores, no exercício das funções de magistério, não exercem profissão regulamentada, e por conseqüência, não estão sujeitos à fiscalização das atribuições correspondentes, nem estão obrigados, legalmente, ao registro profissional nos Conselhos Regionais”.

Além deste Parecer, podem ser indicados, ainda, para consulta a Orientação Normativa, constante do Parecer L 148/77/CGR, da extinta Consultoria-Geral da República, aprovado pelo então Presidente da República, e devidamente publicado no Diário Oficial da União de 26 de julho de 1977, p. 9.516, e republicado no Diário Oficial da União de 28 de julho de 1977, p. 9.644.

Da legislação listada, resulta o entendimento claro de que:
a) Legislar, normatizar e regulamentar em matéria de Educação – e por extensão, currículo – compete à União, aos Estados e Municípios, cada qual em sua órbita e nos limites que a lei impõe, através dos órgãos próprios.

b) Exercício de profissão regulamentada, sujeita ao controle do exercício profissional não se confunde com exercício do magistério que obedece à legislação específica.

CONCLUSÃO
Diante do exposto OPINO, nos seguintes termos:

a) aos professores deve ser exigida somente a comprovação de titulação e/ou habilitação para o exercício do magistério, não cabendo exigir inscrição em órgão de controle do exercício profissional de profissão regulamentada;

b) não cabe aos órgãos de controle do exercício de profissões estabelecer normas sobre currículo, inclusive carga horária, ou conteúdos, intensidade ou abrangência de qualquer componente curricular.
Recife, 27 de julho de 2010.

ADRIANA ESTEVES PENNA MONTE
    Advogada
   OAB/PE nº 15.429   

Visite: Esporte Escolar - Centro Esportivo Virtual
http://cev.org.br/comunidade/esporte-escolar/

... I Simpósio de Tecnologias de Avaliação, Diagnóstico e Intervenção em Saúde

I SIMPÓSIO DE TECNOLOGIAS DE
AVALIAÇÃO, DIAGNÓSTICO E
INTERVENÇÃO EM SAÚDE 
05 e 06 de novembro de 2010  
 
Tema central “Tecnologias de avaliação de fenômenos subjetivos e objetivos em saúde: análise e perspectivas para o ensino, a pesquisa e atendimento” 
 
Local: Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás
Informações e Inscrições de 29/09 a 29/10: 
 
As fichas de inscrição devem ser retiradas nos postos de atendimento
Goiânia: Faculdade de Enfermagem FEN/UFG – 
Sala de Estudos (3º piso), com Meire Rute Santos Neri. 
Contato: (62) 3209-6280 ramal 223 e 222 
Horário: 7 as 12 h

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

... oportunidade de trabalho e carreira ...

A Universidade Federal de Goiás publicou edital que selecionará 44 novos servidores técnico-administrativos para atuarem em Goiânia, Goiás e Jataí. As inscrições vão de 30 de setembro a 21 de outubro de 2010, pelo site do Centro de Seleção (www.cs.ufg.br). As vagas são para diversos cargos de nível fundamental, médio e superior.

O valor das inscrições é de R$ 70,00 para o nível C (fundamental), R$ 90,00 para nível D (nível médio) e R$ 150,00 para nível E (nível superior). A remuneração dos cargos de Nível C é de 1.473,58, dos cargos de Nível D é de 1.821,94, e dos cargos de Nível Classificação E é de 2.989,33. 

... a simbologia da ignorância política do brasileiro ...

Eleições 2010: A simbologia Tiririca


Não é a primeira, muitos menos será a última ocasião que candidatos “diferenciados” participam do maior ato democrático que é a votação dos representantes do País. Lembramos de tantos outros personagens engraçados e debochados que para alguns eram seres desfigurados, mas para outros foram os escolhidos no processo eleitoral.
Existe o antigo ditado que “o povo tem o governo que merece”, razão pela qual somos influenciados para a omissão quanto às questões políticas. Quando deveríamos interferir na conduta desses figurantes, escolhemos as críticas isoladas do que agirmos coletivamente contra todas essas mazelas desfavorecendo a sociedade.
Leia na íntegra

terça-feira, 28 de setembro de 2010

... mais do mesmo ...

A mídia comercial em guerra contra Lula e Dilma

O que está ocorrendo já não é um enfrentamento de idéias e de interpretações e o uso legítimo da liberdade da imprensa. Está havendo um abuso da liberdade de imprensa que, na previsão de uma derrota eleitoral, decidiu mover uma guerra acirrada contra o Presidente Lula e a candidata Dilma Rousseff. Nessa guerra vale tudo: o factóide, a ocultação de fatos, a distorção e a mentira direta. Precisamos dar o nome a esta mídia comercial. São famílias que, quando vêem seus interesses comerciais e ideológicos contrariados, se comportam como “famiglia” mafiosa. O artigo é de Leonardo Boff. 

... livros sobre cinema ...

Livros Sobre Cinema Para Download
Literatura tratando de cinema não é muito fácil de conseguir e, quando se encontra, os preços podem ser salgados. Existem alguns títulos que são clássicos, mas não mais editados, e difíceis até de encontrar em sebos.

Pensando nisso, resolvi fazer uma mega coletânea com 34 livros sobre o assunto, para download. São livros referência no estudo do cinema, imagem, fotografia, roteiro e semiótica, escritos por pesquisadores, diretores e roteiristas que tem relevância no meio. Claro que e-book não substitui a comodidade e as vantagens do livro impresso, mas, se não tem cão caça com gato...

Veja a lista abaixo e os links para download. Aproveite e pesquise preços das obras e veja suas informações e sinopses. Como os arquivos são hospedados fora - a maioria no 4Share - não sei quanto tempo vão durar os links, então baixem logo. Se tiver algum link com problema, deixe um aviso nos Cometários que eu conserto.

- 50 Anos de Luz, Câmera e Ação - Edgar Moura
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- A Experiência Do Cinema - Ismail Xavier
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Cinema 1 - A Imagem-movimento - Gilles Deleuze
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- O Ato De Criação - Gilles Deleuze
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- 300 Filmes Para Ver Antes De Morrer - Época
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Da Criação Ao Roteiro - Doc Comparato
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- O Cinema e a Produção - Chris Rodrigues
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Como Contar Um Conto - Gabriel Garcia Marques
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Como Formatar O Seu Roteiro - Hugo Moss
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- A Dificuldade do Documentário - João Moreira Salles
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Semiótica e Filosofia da Linguagem - Umberto Eco
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- O Cinema Brasileiro Moderno - Ismail Xavier
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Dicionário de Filmes Brasileiros - Antônio Leão Da Silva Neto
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Ontologia da Imagem Fotográfica - Andre Bazin
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- A Imagem Inteligente - Neurocinema ou Cinema Quântico - Peter Weibe
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Historia Do Cinema Mundial - Fernando Mascarello
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- A Imagem - Jacques Aumont
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- The Human Figure In Motion (1907) - Eadweard Muybridge
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- A Linguagem Cinematográfica - Marcel Martin
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Cinema: Trajetória No Subdesenvolvimento - Paulo Emílio Sales Gomes
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- A Poética Do Cinema - Raúl Ruiz
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- O Que é Cinema - Jean Claude Bernadet
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Dicionário Teórico E Crítico De Cinema - Jacques Aumont e Michel Marie
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Practica del Guion Cinematografico - Carriere JC
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Vida e Morte do Autor no Cinema - Fernando Furtado
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- A Arte do Ator - Jean Roubine
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- As Principais Teorias do Cinema - J. D. Andrew
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Brasil em Tempo de Cinema - Jean-Claude Bernardet
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- O Cinema é Uma Outra História - Cinema e as Aulas de História - Roberto Abdala
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Esculpir O Tempo - Andrei Tarkovsky
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Construção Do Personagem - Renata Pallottini
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- O Cinema: Ensaios - André Bazin
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Manual Do Roteiro - Syd Field
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

- Roteiro para Cinema e Televisão - Flávio Campos
Veja informações e preços deste livro.
Link para Download

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

... Congresso Paraolímpico Brasileiro

Prezado (a) Senhor (a)

A Faculdade de Educação Física, da Universidade Estadual de Campinas, em parceria com o Comitê Paraolímpico Brasileiro, a Universidade Federal de São Paulo e a Universidade Federal de Uberlândia promoverão nos dias 19 e 20 de novembro de 2010, no Centro de Convenções da UNICAMP, o Congresso Paraolímpico Brasileiro.

O evento contará com a participação de destacados palestrantes internacionais como o /Prof. Colin Higgs, Ph.D. /School of Human Kinetics and Recreation Memorial University of Newfoundland, Canadá; Marco Cardinale, British Olympic Association - UK ; Dr. Peter Van de Vliet, IPC Medical & Scientific Director; Michael Cary, Programme Manager for the World Academy of Sport Executive Centre dentre outros.

Os trabalhos deverão ser submetidos através do e-mail trabalhoscpb2010@fef.unicamp.br trabalhoscpb2010@fef.unicamp.br> até 02.11.2010** e as inscrições deverão ser realizadas até 11/11/2010 diretamente no site do evento.

A programação pode ser acessada em: http://www.fef.unicamp.br/cpb2010 demais informações na secretaria do evento através do fone: (19) 3521-6755 e ou email: cpb2010@fef.unicamp.br.

Participe,

Selvino Frigo
Projetos Institucionais
Faculdade de Educação Física
Universidade Estadual de Campinas
Fone: 019 – 3521-6604 Fax: 019 – 3521-6751

... Acervo do JB disponível na internet

O acervo histórico do Jornal do Brasil foi digitalizado pelo Google. Ele pode ser acessado no endereço a seguir:
Foram transpostas para o meio digital TODAS as edições entre 1891 e 1999. A consulta é gratuita e muito fácil.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

... 10° Festival de Artes de Goiás ...

Vem aí o 10° Festival de Artes de Goiás

Inscrição de trabalhos e relatos de experiência será feita até 25 de outubro

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) vai realizar de 27 de novembro a 2 de dezembro desse ano de 2010 o X Festival de Artes de Goiás, no Campus Goiânia do IFG. O evento engloba também o 9° Seminário de Educação Estética, o 3º Encontro de Filosofia - Filosofia e Fronteiras - e o 2° Fórum de Professores de Arte da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.
Com o tema: Polifonia, o festival esse ano vai enfatizar a multiplicidade e a variedade não só das linguagens como dança, música, teatro e artes visuais, mas também das produções, dos discursos e pensamentos artísticos presentes na atualidade. Durante os seis dias de evento, oficinas, mesas-redondas, minicursos e espetáculos com artistas de Goiás e de vários Estados do País vão compor o cenário artístico goiano.
Coordenadora desta 10ª edição do Festival, a professora de Dança do Campus Goiânia, Luciana Ribeiro, explica o direcionamento do tema. “Vamos discutir sobre fronteiras, hibridismos, pertencimentos, ausências, domínios e os não lugares. Esta polifonia característica do universo artístico contemporâneo geradora de ambiguidades, paradoxos, surpresas e contradições é o quê queremos enfrentar neste festival”.
Ao longo desses dez anos, o Festival de Artes de Goiás contou com nove edições, de 1998 a 2008. Até 2003, o evento era realizado na Cidade de Goiás e, a partir de 2004, foi transferido para Goiânia e passou a ser promovido, bienalmente, nas dependências da Instituição buscando envolver a comunidade interna, externa e também afirmar o diálogo no âmbito da identidade, da tradição e da insurgência no contexto local.

Inscrição  
 
As inscrições para apresentação de trabalhos e relatos de experiência para o 9º Seminário de Educação Estética iniciam-se dia 20 de setembro e vão até o dia 25 de outubro. Os interessados em participar devem enviar os trabalhos diretamente à Comissão Organizadora, para o email: festivaldeartes.trabalhos@ifg.edu.br.
De acordo com a programação, a divulgação dos trabalhos selecionados será feita no dia 29 de outubro e as apresentações serão no dia 30 de novembro, das 9 às 12 horas. As normas já estão disponíveis para consulta (clique aqui para ver o regulamento).
Coordenação de Comunicação Social/ Reitoria.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

... os olhos do mundo sobre a economia brasileira ...


Galbraith diz que progresso social do Brasil é impressionante

"É impressionante. Funciona e é algo que deve ser compreendido pelo resto do mundo. Em toda a minha vida, esta é a primeira vez que o resto do mundo está olhando para a América do Sul e para o Brasil como exemplo de algo que funcionou. A população tem aceitado e essa, a meu ver, é a coisa certa a se fazer". As afirmações são do economista James Galbraith, que participou de um seminário promovido pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, em Brasília. Em entrevista à Carta Maior, Galbraith analisa a situação da economia mundial e elogia as políticas de combate às desigualdades sociais em curso no Brasil e em outros países da América Latina.

Respeitado internacionalmente por seu posicionamento frente às questões econômicas mundiais, o economista James Galbraith, de passagem por Brasília para participar do Seminário Internacional sobre Governança Global, promovido pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, conversou com a Carta Maior sobre crise, desenvolvimento e capitalismo.

Na sua opinião, estamos assistindo ao desenvolvimento de um novo ciclo da economia mundial?

... ser humano?

... as capacidades humanas se diferenciam...

... um outro tipo de circo ...

Eu já tinha postado esse video, mas me senti na obrigação de colocar de novo, pois os tempos não são bons, as notícias não são boas e a maioria dos que irão ocupar as cadeiras do legislativo em todo país, e em especial, em Brasília, não estão nem aí pra isso!!!

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

... Simpósio da Faculdade de Educação - UFG

XIX SIMPÓSIO DE ESTUDOS E PESQUISAS DA FE-UFG
Conhecimento e modernidade: novos e velhos desafios
9 a 13 de novembro de 2010
INSCRIÇÕES ABERTAS
  • Com submissão de trabalho(s): 15/09 a 03/10/2010
  • Sem submissão de trabalho(s): 15/09 a 09/11/2010.
     
    As inscrições serão realizadas no site do evento: http://www.fe.ufg.br/simposio
     

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

...(in)formação ou (de)formação ...

Por um melhor jornalismo educacional
Por Gabriel Perissé em 7/9/2010
Educação como tema recorrente, insistente, inevitável. Irá exigir um jornalismo educacional que supere a mera informação ou o simples noticiar de problemas constantes versus soluções esporádicas.

A carta-compromisso lançada por várias instituições no final do passado mês de agosto, tendo à frente o Movimento Todos pela Educação, apresenta metas inegociáveis para o Brasil nos próximos 10 anos: inclusão de todas as crianças e adolescentes de 4 a 17 anos na escola; universalização do atendimento da demanda por creche; superação do analfabetismo; aprendizagem ao longo da vida para todos; redução dos níveis de desigualdade na educação e ampliação do ensino profissionalizante e superior.

Na íntegra clique aqui

terça-feira, 14 de setembro de 2010

... 11 de Setembro já tinha sido lugar de pesadelo ...

Setembro se chama Allende
O Chile vive nestes dias três datas especiais e dois dramas profundamente entrelaçados. Este mês comemora-se o 40° aniversário da histórica vitória de Salvador Allende e da Unidade Popular nas eleições presidenciais. Naquele 4 de setembro de 1970, o povo chileno abriu as portas da história e empreendeu um profundo processo de transformações econômicas, sociais, culturais e políticas. A “via chilena para o socialismo” só foi derrotada pelo golpe de Estado de 11 de setembro de 1973 - que este ano completa 37 anos – protagonizado pelas Forças Armadas, mas estimulado pela direita, pela Democracia Cristã, pela burguesia e por Washington. O artigo é de Mario Amorós.


Discurso do Presidente Salvador Allende, em 11 de setembro de 1973, dia do golpe de Estado que derrubou o governo da Unidade Popular e implantou a sanguinária ditadura militar comandada pelo general Pinochet.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

... amor e firmeza ...

Achei pertinente trazer pra cá, para chamar a minha e a sua atenção sobre algumas verdades quando o assunto é cuidar, educar e formar outro ser humano.


Ser firme sem agressão

Carla Regina Calderoni*
Uma das características do ser humano é necessitar de cuidados de outro ser humano para sobreviver em seus primeiros anos de vida. Precisamos de outro ser humano maior que nós, para que possamos sobreviver. Esse “maior que nós” permeia nossas relações por um tempo: da infância à adolescência. Na relação entre adulto e criança/adolescente, o adulto não somente é maior em tamanho físico, mas está superior, pois é ele quem está no comando.


Existem coisas que somente os adultos podem e sabem fazer. Durante um bom tempo de nossa vida infantil, é o adulto quem decide nosso destino, seja este a mãe, o pai, um irmão mais velho, um tio, a Justiça, etc. Logo, o adulto tem o poder, no sentido próprio do verbo: ele pode, o adulto pode, e esse poder é essencial para a sobrevivência do ser humano infantil. O adolescente, embora “sobreviva” sem o adulto, ainda necessita de seus cuidados até tornar-se um adulto também e guiar sua própria vida.



*Carla Regina Calderoni é psicóloga, mestre em Psicologia Clínica, membro da Sociedade de Psicodrama de São Paulo

Leia esse texto inteiro no blog Tolerância e Contentamento

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

... árvores e mendigos: o que os difere?

ambos estão nas ruas;
ambos estão ocupando espaço das calçadas;
ambos estão produzindo "problemas" para quem transita pelas ruas da cidade;
ambos estão sendo objeto das lentes da mídia;
ambos são seres vivos;

Nossa! Parecem tão semelhantes! 
Que droga! Estamos falando de seres humanos e de plantas CARAMBA!

E pra falar a verdade, nesse momento histórico da cidade de Goiânia-Go, a árvore está valendo muito mais que um mendigo. A árvore recebe o apoio de Ong's, ambientalistas, escritores, jornalistas, entre outros. Enquanto os coitados dos mendigos, farão parte de uma operação assepsia, aos moldes do que fizeram na praça da Sé em São Paulo quando da ultima visita de Bento XVI ao Brasil em 2007, e serão tutelados de volta para os seus Estados de origem.

Pense e reflita! O que deveria ser prioridade pra você e pra mim?

Gameleira Av. Paranaíba, Goiânia-Go
Mendigos em frente ao Teatro Goiânia

sábado, 4 de setembro de 2010

... vergonha à quinta potência ...

Estou envergonhado e assino em baixo das palavras do Deputado Pedro Wilson "... campanha para revogar em definitivo o entulho autoritário que remanesce na legislação em franca oposição à Constituição Federal de 1988, que garante ampla liberdade de expressão.” Ler a carta de Pedro Wilson na íntegra

Como nos tempos da ditadura


  O ativista Roberto Monte (foto), vira réu em corte militar, após criticar o Exército em palestra. Ele pode ser condenado a até cinco anos de prisão. Por Rodrigo Martins. Foto: Ana Silva

Na semana em que festejava as bodas de prata do seu casamento, o economista Roberto de Oliveira Monte teve de encarar uma insólita obrigação. Reconhecido defensor dos direitos humanos no País, passou por interrogatório de mais de duas horas na Auditoria Militar da 7ª Região, no Recife, na quinta-feira 12. Motivo da convocação: suas declarações em uma palestra na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, há cinco anos, na qual criticou as humilhações sofridas pelos militares por seus superiores hierárquicos e defendeu o direito de os praças se sindicalizarem, o que é proibido atualmente. “Jamais imaginei passar por um constrangimento desses, ter de prestar contas sobre as minhas opiniões, após 25 anos do fim da ditadura, lamenta.
Em razão dessa palestra, Monte foi acusado de cometer dois crimes tipificados pelo Código Penal Militar, de 1970: “Incitar à desobediência, à indisciplina ou à prática de crime militar” e “ofender a dignidade ou abalar o crédito das Forças Armadas”. Os delitos, previstos nos artigos 155 e 219, podem lhe render até cinco anos de prisão. “É um absurdo. Usaram uma legislação aprovada no auge da ditadura para restringir a liberdade de expressão de um militante dos direitos humanos”, afirma Marcelo Zelic, vice-presidente do grupo Tortura Nunca Mais. “Veja a aberração: um civil como réu numa corte militar por crime de opinião. Parece que retrocedemos algumas décadas na história.”

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

... Salve 15 de outubro: na escola ou na academia, somos todos professores!

Executiva Nacional dos Estudantes de Educação Física
EXNEEF - Gestão 2010/2011
 &
Movimento Nacional Contra a Regulamentação do Profissional de Educação Física
  MNCR

Nota pública

Somos todos professores, não reconhecemos o 1º de Setembro!
Fora CONFEF-CREFs!
Dia 1º de Setembro é comemorado o dia do profissional de educação física, porém entendemos que essa data representa um grande retrocesso à nossa área, pois essa data foi criada  inventada- a partir da regulamentação do profissional de Educação física (lei 9696/98).

A regulamentação do profissional de Educação física representa o interesse de um setor que só ganha com essa lei: o sistema CONFEF/CREFs, já que os trabalhadores da área não ganham nada com essa regulamentação que fragmenta a classe, dizendo que quem atua fora da escola não é professor, e sim profissional. Negamos esta distinção e para, além disto, professor é também uma categoria profissional, deslegitimando assim esta afirmação do CONFEF/CREFs.

O sistema CONFEF/CREF além de representar setores corporativistas dentro da área ingere sobre a formação nas universidades.
Como isso? O CONFEF, não só apoiou, como também teve um papel central na elaboração das atuais Diretrizes Curriculares de Educação Física (DCNEF), que dividem a nossa formação em Licenciatura e Bacharelado. E ainda hoje, após a aprovação dessas Diretrizes pressiona as Instituições de Ensino Superior (privadas e públicas) a dizerem aos estudantes que licenciados só podem trabalhar na escola. Isso é uma grande mentira! Segundo o parecer 400/05 do Conselho Nacional de Educação, o licenciado tem ampla atuação, ou seja, pode trabalhar dentro e fora da escola o contrário do que o CONFEF diz.

O CONFEF defende a divisão entre licenciatura e bacharelado assim como defende também a fragmentação e enfraquecimento dos trabalhadores nos colocando como licenciados x bacharéis e profissionais x professores. Entendemos que independente do local em que estaremos trabalhando, estaremos lidando com os conhecimentos da cultura corporal a partir da prática pedagógica  seja na acadêmica, clube, hospital, escola, etc.

PORTANTO, SOMOS TODOS PROFESSORES! Nosso dia é 15 de outubro!
 

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

... os podres poderes no Brasil ...

“Força do agronegócio barra a Reforma Agrária”

Por Raquel Júnia

Da Página da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio / Fiocruz


O geógrafo Paulo Alentejano, professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), conta nesta entrevista como o limite do tamanho da propriedade rural no Brasil pode reduzir a desigualdade no campo.
Ao contrário do que os opositores da medida fazem parecer, ele explica por que a proposta não é radical e como outros países já limitaram o tamanho das fazendas, inclusive implementando reformas agrárias. Segundo o pesquisador, nenhum projeto de reforma agrária foi colocado em prática em toda a história do Brasil.

Fonte: www.cartacapital.com.br